Uma mensagem de gentileza

Como todos sabem, e tenho certeza que fizeram questão de aproveitá-la, ganhamos uma quarta-feira folgada no meio dessa semana. Mesmo que para mim não tenha sido tão folgada assim (é que pasmem trabalhei em pleno feriado sim!), deu para aproveitar uns minutinhos de descanso, transcrever algumas matérias (fechamento de Extra! tá chegando) e melhor de tudo, aproveitar o trabalho do feriadão pra conhecer um pouco mais de Bauru.
Parada num cruzamento extremamente movimentado das Nações Unidas, num sol que nem o filtro solar fator 40 ajudou muito a combater, bastava ficar quinze minutos, meia hora em observação que uma cena curiosa se repetia. Um senhor, do alto dos seus 60 e poucos anos, de pele bem morena e rosto já marcado pelas intempéries do tempo, enfrentava aquele sol estressante passando a sensação de que nem ao menos o sentia. Parado por horas no cruzamento, ali na frente do semáforo esbanjava um simpático sorriso de orelha a orelha para qualquer transeunte que passasse por perto. O terno completamente em linho, uma bíblia na mão e um papel erguido acima da cabeça eram pequenos detalhes que remontavam a história e figura do homem ali parado. Nome desconhecido, mas pregando a “palavra de Deus“, como ele mesmo dizia.
Este senhor não é um senhor qualquer. Figura conhecida de Bauru, na meia hora que fiquei observando quase 80% dos carros que passavam trocavam alguma palavra com o homem, muitas vezes em tom de ironia, mas na grande maioria dos casos numa manifestação de “apoio” ao senhor, de pessoas que já o conheciam. Foi olhando e pensando nisso, esses pequenos personagens do dia-a-dia que muitas vezes passam despercebidos, que lembrei do “Profeta Gentileza“.

Apesar de serem bem diferentes, os dois homens usavam das palavras e das imagens para transmitir as mensagens que eles achavam importantes para as pessoas.

Para quem não sabe o “Profeta Gentileza“, como ficou conhecido, foi um senhor que vagou pelas ruas do Rio de Janeiro espalhando mensagens e mantras sobre gentileza e amor ao próximo. No Viaduto do Caju, há várias imagens e mensagens em verde e amarelo deixadas pelo poeta na década de 80.

Não quero fazer apologia a nada nem a ninguém com esse post, até porque não conheço profundamente essa figura aqui da cidade e também porque já li vários comentários bem críticos ao “Profeta Gentileza“, comentários esses dizendo que nem sempre sua luta de amor com o próximo é pintada da forma como de fato foi. O que quis deixar registrado aqui é que, muitas vezes, figuras como essas passam por nós num cruzamente de uma avenida ou vemos suas imagens num viaduto durante o dia, e simplesmente não nos damos conta. Mesmo que não compartilhando das mesmas opiniões e/ou visões de mundo dessas pessoas, uma frase, um desenho, e às vezes um sorriso sequer pode significar um mar de possibilidades, de lembranças e ensinamentos para a gente. E personages desse tipo são importantes para colorir, ensinar e dar maior riqueza para a história do nosso país.

O grande mantra divulgado pelo Profeta

Há alguns anos, a cantora Marisa Monte compôs a música “Gentileza” inspirada no poeta.

Nós que passamos apressados
Pelas ruas da cidade
Merecemos ler as letras
E as palavras de Gentileza

(Trecho de GentilezaMarisa Monte)

Aqui você confere a letra na íntegra.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Uma mensagem de gentileza

  1. você escreve bem, paulinha! :)

    engraçado que meus encontros com pessoas pelas ruas daqui sempre me dão a noção contrária do que seria gentileza. vejo tanta gente embrutecida, enlouquecida. gente que talvez acreditou em gentileza mas que a concretude de uma cidade que carrega um coração empedrado parece ter devorado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s