O que vem por aí

Muitas mudanças à vista.
Em primeiro lugar, e talvez a mais importante de todas – porque irá me  afetar não apenas financeiramente, mas no meu tempo disponível para estudar, e também sentimentalmente falando –  foi a decisão de pedir demissão do meu atual trabalho. Bem, foram vários os pontos que levei em conta para essa escolha. Começando pelo fato de ser um trabalho sem nenhuma relação com a minha área, passando pelos problemas de acúmulo de funções e, claro, além do desgaste enorme que estava sendo. Mais do que tudo, a chegada do fim do semestre me preocupava tremendamente, porque só de relembrar as noites em claro e os inúmeros trabalhos feitos numa super correria no final do ano passado, já começava a ficar de cabelos em pé.
Ok, ok. Muitos devem estar pensando que emprego não está fácil pra ninguém e que querer se livrar dessa correria é praticamente impossível nos dias de hoje, ou impossível pelo menos para aqueles que estão numa situação parecida com a minha.
A questão é que eu não quero (e espero que não vá) ficar parada por muito tempo, até porque acho que, morando fora de casa principalmente, trabalhar é fundamental para pode contribuir para minha experiência e para ajudar nas despesas (que ninguém merece ficar dependendo completamente de dinheiro de pai, né?), é claro. Mas ter orgulho numa hora dessas também não dá. Correr atrás de um estágio na área ou algo que me faça mais feliz do que o atual emprego são possibilidade no momento, e eu vou me ater a elas com muita, muita força.
Eu quero muita correria para o meu dia, se possível com muitos livros, revistas, estágios e afins. Então agora é hora de arregaçar as mangas e começar na nova busca por um estágio/emprego, quem sabe em Jornalismo para minha completa felicidade. E aproveitar esse tempo também pra me enfiar de cara nos livros e revistas, e estudar muito, porque definitivamente estou num momento de decisões na minha vida.

Fotografias marcantes da Vogue Paris de 1920-2007

Capa do livro "Alice in Wonderland" que comprei recentemente

Capa do livro "Alice in wonderland" que comprei recentemente

O quarto livro da coleção "O guia do mochileiro das  Galáxias" de Douglas Adams

O universo de Douglas Adams


Essas decisões dizem respeito ao segundo passo de mudanças, ou melhor: diretrizes que pretendo traçar para os próximos meses/ anos/tempos. É engraçado como fico me perguntando: “Afinal, você quer trabalhar em que área de Jornalismo”, e me bate uma dúvida cruel nessas horas, até porque vejo muita gente completamente decidida sobre o que fazer, seguir na carreira e eu me sinto completamente perdida. Perdida em termos. Em recentes conversas que tive com o Di, aos poucos comecei a tentar enxergar o que realmente faz meu coração sair galopando quando falo de jornalismo. E descobri que não existe melhor par perfeito do que Imagem & Texto. O fato de gostar de Moda (nem consegui abrir a Vogue/abril ainda pra ler :/), de a-m-ar fotografia, e de achar essa história de jornalismo literário ‘uma história desenhada em nossa mente, me deu a clara noção de que eu quero, e muito, trabalhar com o texto aliado a imagem De que forma nem eu mesma sei, e é isso que espero descobrir em breve.

Ps1: Ainda tenho 30 dias para cumprir de aviso prévio no trabalho, então as primeiras mudanças terão que esperar um mês para acontecer

Ps2: Amanhã comemoro 11 meses de beijos, abraços, apoio, confiança e muita cumplicidade com o  Di *-*

Revista Piauí

Anúncios

Um pensamento sobre “O que vem por aí

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s