Anyone else but you

Sabe o que é encontrar aquela pessoa?

Exatamente, aquela pessoa. Aquela pessoa pra chamar só de sua, pra dividir todos os momentos, pra querer bem 24 horas por dia. É um momento único encontrar esse tipo de pessoa, assim como tirar a sorte grande, como encontrar um tesouro perdido. É bem aquela história de a-m-o-r todinho maiúsculo. Amor. Não paixão, atração, tesão ou o que você quiser chamar – mesmo que esses ingredientes estejam dentro dele. É amor mesmo.

Eu não sei nem explicar o turbilhão de sentimentos que tenho dentro de mim. Mas sei dizer, com toda a certeza do mundo, que meus últimos nove meses foram os melhores de toda a vida. Porque a minha pessoa chegou. Chegou e mudou tudo que já era certo, tudo que tinha algum sentido por aqui. E eu não sei bem, até agora, o que fiz de tão bom pra ganhar esse presente. Só sei que eu não poderia ser mais feliz ou mais realizada do que com essa pessoa ao meu lado.

Por isso, depois desses nove meses e um dia (L), tenho a liberdade de falar que minha vida é do seu lado, Diego Matheus de Melo. E que eu te amo absurdamente.

Uma amostrinha desses nove meses.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Anyone else but you

  1. Só a vontade de te dar um beijo pode resumir o que tô sentindo agora.

    E só três palavrinhas simples conseguem compreender tudo o que eu sinto por você:

    Eu te amo.

    :*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s